quinta-feira, 18 de maio de 2017

Garden Route - Roteiro de 8 dias

Após passar 3 dias no Kruger, 4 dias na bela Cape Town e um dia delicioso em Stellenbosch, seguimos nossa viagem rumo ao Garden Route!

A Rota do Jardim inclui as cidades de Oudtshoorn, Knysna, Mossel Bay, Plettenberg Bay e Storms Rivers. Estendemos um pouco mais a viagem e passamos por Port Elisabeth e Jefreys Bay. Abaixo você pode acompanhar roteiro dia a dia que seguimos 


Dia 1

Começamos o percurso pela cidade de Oudtshoorn, são 450 km de Stellenbosch, portanto não conseguimos aproveitar tanto o dia. Assim que chegamos fomos para Cango Wildlife Ranch, uma das poucas atrações abertas até as 17h.

No local, pudemos ver diversos animais como crocodilos, tigres, leões, cobras, entre outros. O que mais me chamou a atenção é que aqui os animais são muito maiores que os selvagens vistos no Kruger... devem comer mais e se exercitar menos...

O valor da entrada é R 160,00 por adulto, caso queira entrar nas jaulas com os animais é um pouco mais caro. Confesso que essa parte eu passei...rs
A atração é ótima para todas as idades.




Dia 2

Antes de seguirmos para Knysna fizemos 2 passeios imperdíveis em Oudtshoorn, o primeiro foi a visita à incrível Cango Caves! Gente, o lugar é maravilhoso! Surpreendente! Vale muito a pena fazer o passeio!
O custo do passeio simples é R 100,00 e dura 1h. Para os mais corajosos, há a opção de um tour Adventure que custa R 150,00 e dura 1h e 30 min.
Os tours começam às 9h da manhã e vão até às 16h. Super indico o passeio!

Saindo da Cango Caves, fomos direto para a Cango Ostrich Farm, o passeio é interessante para todas as idades e você poderá dar comida para avestruz, andar de avestruz e até receber massagem delas...rs

O passeio dura cerca de uma hora e a fazenda é na mesma estrada da Cango Caves.
O custo da entrada é R 100,00, porém estávamos hospedados na pousada Earthbound e conseguimos o desconto para pagar R 80,00 por pessoa!

Após o passeio, recomendo almoçar no restaurante da fazenda, além de ótimo preço a carne de avestruz é deliciosa.




Cango Ostrich Farm


Após o almoço seguimos rumo a Knysna, a viagem durou cerca de 2h e ficamos em um B&B maravilhoso, o nome é Overmeer Guesthouse. Ele fica mais afastado do centro, cerca de 7 min de carro, mas a vista do quarto é sensacional! 




Dia 3

Acordamos cedo e seguimos rumo ao Knysna Elephant Park, a principal atração da cidade e é imperdível!!!

O valor não é dos mais baratos, pagamos R 270,00 a entrada. Algumas pousadas oferecem 10% de desconto.
Apesar do preço, é uma experiência deliciosa estar tão próximo aos elefantes! Nós pudemos alimentá-los e depois passar cerca de uma hora com  eles e conversando com o guia sobre suas rotinas.

Os Tours saem a cada 30 minutos iniciando às 9h e terminando às 16h,  se você quiser ficar mais do que os 30 min com os elefantes, sem problema...

Além do passeio simples, vc pode comprar o ticket para andar nos elefantes, esse sai por cerca de R 520 e acontece em 2 momentos do dia às 7h ou as 16h

Como íamos passar 2 noites em Knysna, tiramos o resto do dia para passear pela cidade e conhecer o Knysna Heads. Se preferir, pode passar apenas 1 noite em Knysna tranquilamente e após o passeio seguir viagem.


Elefante

Elefante



Dia 4

Chegamos a última cidade do Garden Route antes de começar o trajeto de volta, fomos para o Parque Nacional Tsitsikamma ver um dos maiores bungue jumps do mundo! Com 216m de altura as pessoas pulam de uma ponte localizada no meio da esteada! Não tive coragem era muito alto!

Seguimos viajem para Jefreys Bay e saímos um pouco do Garden Route. J-bay famosa entre os surfistas, aqui se fala e respira surf 24 horas por dia.




Dia 5 

Ainda fora do Garden Route ficamos um dia em Port Elisabeth e depois começamos o trajeto de volta para Cape Town.

Port Elisabeth não é uma cidade com muitas atividades, fiquei aqui por 2 noites para descansar um pouco da estrada, mas uma noite é mais que suficiente



Dia 6

Começamos o percurso de volta para Cape Town passando pelos pontos da Garden Route que ainda não tínhamos visitado.

Saímos de Port Elizabeth rumo a Platenberg, mas no meio do caminho paramos no Tsitsikamma National Park, localizado em Storm River é o último ponto da Garden Route. 

O parque é lindo! Ao chegar almoçamos no parque e depois seguimos para a trilha principal onde atravessamos as pontes suspensas, mas se você tiver mais tempo, pode fazer um passeio de kaiak que parece bem interessante. A entrada ao parque custa R 98,00 e se quiser fazer o passeio de kaiak são mais R 500,00.


Saímos do parque até chegar em  PlettenbergPlettenberg foi minha cidade preferida no Garden Route! Jantamos em um ótimo restaurante italiano chama Cornuti, os pratos são super bem servidos!

Fiquei apenas uma noite na cidade, mas se quiser ficar um dia sem pegar estrada, sugiro passar 2 noites aqui é não em Port Elizabeth como fiz...



Dia 7 

Começamos o dia conhecendo 2 dos principais atrativos da cidade o primeiro foi o Birds of Éden, um aviário Com cerca de 3.500 aves e mais de 200 espécies, ele é considerado o maior aviário de voo livre do mundo! Aqui pássaros doados vivem livres como se estivessem na natureza! É maravilhoso! Dentre os mais lindos pássaros encontrei a nossa conterrânea, a Arara.

Bird of Eden


Ao sair de lá, fomos para a Monkeyland que é ao lado, considerado um santuário de macacos, aqui você encontrará cerca de 6 mil macacos de 11 espécies diferentes. Os macacos vivem livres, mas acabam ficando no pela facilidade de receber alimento. Você pode comprar os ingressos juntos, o valor dos 2 parques saiu R 320,00 por pessoa. Aqui você também poderá comprar os ingressos para o parque dos gatos, mas como seguiríamos viagem para Mossel Bay e já vimos diversos felinos pela viagem, optamos por não entrar nesse terceiro parque.


Uma boa fica é tentar chegar em ambos os parques por volta das 11h, 12h, como é o horário da alimentação dos animais, será mais fácil encontrá-los e tirar ótimas fotos!

Macacos



Día 8

Chegamos em Mossel Bay no dia anterior e resolvemos aproveitar a manhã para conhecer a cidade.

Não há muitos atrativos, mas é uma boa cidade para passar ou dormir uma noite pra não ficar tanto tempo na estrada...

Os principais pontos turísticos da cidade são o museu de Bartolomeu Dias, o Craft Art Wprkshop, um espaço que vende artesanato local e o Point of Human Origins que fica ao lado do farol. Esse último são 175 degraus que você sobe em uma caverna onde pessoas estiveram há mais de 162.000 anos atras. Além de subir por conta própria você pode agendar um tour.



Demos uma volta pela cidade e fomos para nossa última parada antes de voltar para Cape Town, Hermanus

Hermanus ja está fora do Garden Route, portanto contarei mais detalhes em outro post, porem é uma cidade muito conhecida por permitir vista as baleias e também uma ótima região de vinhos na África do Sul.


Dicas:
  • O Garden Route é um ótimo roteiro para conhecer melhor a África do Sul, cada cidade possui uma particularidade e diversas opções de turismo, citei no post as que fiz mas há diversos outros passeios, entre eles o mergulho com tubarões que passei de cara...
  • Sugiro fazer com calma, entre uma semana e 10 dias pra puder curtir o percurso. Lembrando que são cidades pequenas e vida noturna parada, mas os dias começam cedo e há sempre algo novo para conhecer!
  • Se for de carro, lembre-se que é não inglesa, ou seja, motorista do lago direito do carro. Atenção! 

Amei a viagem, as comidas e paisagens! Foram dias marcantes que deixarão saudades...

Agora vamos seguir rumo a Hermanus e a Cape Town aproveitar os últimos dias de viagem!