terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

O que fazer em Budapeste - Roteiro de 3 dias

Budapeste é uma cidade linda, surpreendente!

Passamos pela cidade em uma viagem que fizemos ao leste europeu. Começamos por Budapeste, passamos em Bratislava, ficamos 3 dias em Vienna e seguimos para Praga. Um roteiro incrível que recomendo! É uma Europa diferente das clássicas capitais como Paris, Roma e Londres, o leste europeu é mais acessível financeiramente e tão cheio de histórias quando as demais regiões. Uma de suas características é o Rio Danúbio que atravessa todos esses países.

Tive a oportunidade de passar 3 dias nessa cidade glamourosa e boêmia, segue roteiro realizado para te ajudar com sua próxima viagem.


Dia 1

Chegamos em Budapeste no final da tarde. Assim que começamos a passear pela cidade já pude entender porque todos dizem que Budapeste é encantadora! Suas pontes iluminadas, seu castelo, o parlamento, é tudo maravilhoso!!!


Nossa primeira parada foi a Vaci Utca, rua cheia de lojas, restaurantes e bares. Aproveitamos nossa primeira noite para tomar o famoso Goulash! 


Após o jantar fomos até a praça principal que possui uma belíssima roda gigante, andamos pelas ruas e cruzamos o Rio Danúbio.







Dia 2


Como Budapeste é muito grande e tínhamos apenas 3 dias na cidade, optamos por fazer o passeio de ônibus hop on hop off.


Escolhemos o ônibus verde, que além de nos dar direito aos 20 pontos da linha ainda tínhamos a linha rosa (não recomendo que façam apenas essa pois é muito curta), o barco pelo rio Danúbio de dia e de noite e uma série de vantagens como:
- 1h de bike na ilha Margarita
- Goulash de graça em restaurante
- Descontos em museus, etc.

Antes de iniciarmos o passeio fomos até o parlamento onde compramos os ingressos para a visita das 17h 45min. Vale a pena conhecer!!! Compre o ingresso no período da manhã pois acabam muito rápido.



Parlamento

Fomos até o ponto mais próximo da linha
 verde e iniciamos o passeio. O ônibus verde nos deu uma visão bem geral da cidade, com ele conhecemos os principais pontos como a Opera, as piscinas termais, a praça dos heróis, a sinagoga, o castelo de Buda, entre outros. Totalizando 20 paradas. Optamos por descer no castelo.


Homenagem aos judeus mortos na Guerra


                        


Após o final da linha, fomos ao parlamento onde fizemos a visita interna. O parlamento é lindo! Totalmente simétrico foi uma das construções mais caras de toda a Hungria,  nele se encontra hoje a coroa real.






    


Saímos do Parlamento e voltamos para o hotel pela Vaci Utca, onde paramos para comprar alguns souvenirs.


A noite jantamos em um restaurante na margem do Danúbio e de lá seguimos para um bar que foi construído no meio de ruínas antigas antigas, foi o máximo! O nome do bar é Szimpla, super recomendo! É um ambiente diferente, com pessoas do mundo inteiro e as bebidas tem ótimos preços!




Dia 3

Começamos o dia voltando para as termais para conhecer o espaço. Elas são como clubes, várias piscinas e diversos tratamentos estéticos. Se tiver tempo suficiente, vale a pena dedicar um dia só para isso. No meu caso, passamos apenas para ver (ver mesmo, porque não pudemos nem entrar sem pagar, vimos as piscinas pela janela do restaurante).





De lá, seguimos para a linha rosa do passeio, achei essa linha bem fraca para quem fez a verde que é bem mais completa. 

Em seguida fomos para a Ilha Margarita de barco. A ilha é linda! Possui umas fontes que "dançam" no ritmo da música, várias praças floridas, um teatro ao ar livre e atividades para todas as idades. Alugamos uma bicicleta e demos uma volta na ilha, depois relaxamos em uma praça e observamos o show das fontes. Quando menos percebemos passou 1h 30min e nosso barco já estava de volta.




Isla Margarita

                    

A noite fomos a um bar na praça central próximo a roda gigante.




O tempo em Budapeste foi curto, mas suficiente para nos deixar encantados com a cidade, mas a viagem pelo leste Europeu não parou por ai. Despachamos as malas rumo a Vienna!



Dicas:


  • Budapeste não é uma cidade muito cara, come-se bem a um bom preço
  • Comer o pão típico chamado Kürtőskalác
  • Se ficará poucos dias, utilize os ônibus de turismo para conseguir fazer a cidade inteira. O passe dura por 24h
  • Hospede-se do lado Peste, o lado Buda é mais parado. O ponto forte é o castelo.


Se já esteve em Budapeste e tem mais dicas para passar, comente esse post e compartilhe suas experiências!


Nenhum comentário:

Postar um comentário